quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Ressonância vocal

O estudo das Ressonâncias (assim como a respiração) tem um papel fundamental para o canto, são nas cavidades de ressonância que ocorrem as modificações do som primordial produzido na laringe, elas são nossas caixas acústicas.

Exercícios de ressonância:

1 - Exercício M&N (em dois tempos) - Você deve emitir o som da letra M e da letra N com a boca fechada, (a letra M na fala tem o som de E+M+E = EME, e a letra N tem na fala o som E+N+E = ENE, pronuncie as letras M e N bem devagar e veja que você obrigatoriamente fecha a boca. É o som da boca fechada que estamos buscando, o som do mantra OM, ou som de comida gostosa... ...hhhhuuuuummm...), faça este som alternando entre as letras M e N em dois tempos 2/2 (1, 2, 1, 2, 1, 2, 1, 2, 1, 2, ...M, N, M, N, M, N,...) note que na letra M sua língua fica repousada (esta é a diferença mais notável, existem outras quase imperceptíveis, potálamo, laringe, etc), enquanto na letra N sua língua passa a tocar no céu da boca. Você também deve notar que na letra M o som é mais intenso, com mais harmônicos, sua cabeça se enche de som (voz de cabeça) é um som mais denso, já a letra N tem som mais médio, anasalado, e você sente mais o fluxo de ar no nariz devido a falta de harmônicos (como um disco de vinil e aquele chiado, CHISSSCHISSS de fundo). Bem, agora que encontramos o som que procurávamos e identificamos as sensações de cada um deles, o exercício completo consiste no seguinte:

Respire (diafragma), faça o som do M&N 2/2 (diafragma/apoio) alternando entre as letras, faça em uma região mediana de sua voz, numa nota confortável, faça até que termine o seu ar (sem exageros, não é para ficar roxo), respire novamente (use o diafragma) e repita o exercício, desta vez uma nota acima (se você entoou a nota DO, agora entoe a nota RE), e repita o exercício até a quinta nota (relativo a nota que voce iniciou o exercício, se voce começou em DO, vá até o SOL), seguindo o mesmo procedimento, depois repita a mesma escala de forma descendente (de SOL até DO), repita o exercício 5 vezes.

Importante: Note que em algumas notas o som será bem mais intenso que em outras, isto é natural, você tem sua própria caixa acústica que vibra de forma diferente para cada nota, o mais importante é dominar estes sons (ressonâncias) ao ponto de conseguir consciente e precisamente empregá-los em seu canto, e para que isto aconteça é necessário estudo e dedicação.

2 - Exercício Baumbê - Você irá pronunciar BAUMBÊ numa escala de DO a DO repetindo cada tom, exemplo:
DO, DO, RE, RE, MI, MI, ... ..., SI, SI, DO, DO
Não existirá pausa para respiração. Você irá respirar no momento em que emitir o som BÊ da palavra BAUMBÊ. Lembre-se de usar o diafragma, você fará exatamente o seguinte:
Durante a emissão do BAUM contraia o abdômen dando apoio ao canto (principalmente ao som ressonantal da boca fechada, o M), ao emitir o BÊ (que completa a palavra) você irá expandir o abdômen (respirar), este BÊ será seco e curto, você deve pronunciar BAUMBÊ em dois tempos 2/2, (1, 2, 1, 2, 1, 2,... ...,BAUM, BÊ, BAUM, BÊ...), como se fosse um bumbo de fanfarra, o BAUM será o 1 tempo (diafragma/apoio) o BÊ será o 2 tempo (respiração/diafragma), faça a escala ascendente e descendente ininterruptamente (comece no DO, vá até o DO da próxima oitava e desça completando o exercício no mesmo DO inicial) a escala tem início e fim, porém sem meios, como uma coisa só.

Importante: O exercício une técnicas de ressonância e respiração, as duas são importantes, mas nesta parte estamos enfatizando as ressonâncias, e a ela você deverá dar mais atenção, procure emitir os sons mais graves da escala anasalados (DO,RE, MI, como o N do exercício passado), e os sons mais agudos com som de cabeça (LA, SI, DO, como o M do exercício passado), as notas médias desta escala (FA, SOL) serão um ponto de transição, provavelmente o que deve acontecer é que no começo do exercício, (nas primeiras repetições) você estará emitindo estas notas com uma ressonância mediana, já nas últimas repetições do exercício este som deverá ter *subido. Como em exercícios anteriores aconselho não repetir o exercício muitas vezes, pois poderão surgir dores abdominais, caso isto aconteça pare com o exercício e volte a executá-lo em uma próxima sessão de estudos, o número de repetições aconselhável é de 5 a 6 repetições, este número de repetições não deverá lhe ocasionar problemas.

3 comentários:

  1. gosto',acho que podia mostrar alguns sons sonoros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que podia colocar sons

      Excluir
  2. Tenho uma voz terrivelmente incontrolável...queria muuuuuuuuuuito aprender ressonância, mas por mais que eu pratique (há 1 ano) eu não consigo usar! o que eu faço???

    ResponderExcluir